Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Curso de Jornalismo – Disciplina: Jornalismo Político e Econômico



Jornalismo Político e Econômico – uma verdadeira paixão

Nos dias de hoje é muito fácil se interessar por jornalismo político e econômico, porém há 10 anos esta opção não era muito cogitada.

A aula de jornalismo econômico na minha faculdade era uma aula eletiva e lembro muito bem que somente dez alunos, em uma turma de 60 pessoas escolheram esta disciplina. Não poderia ter sido melhor.

Ao ver a sala tão reduzida acredito que o professor transmitiu toda a sua paixão pela economia e, a maioria destes dez, concluiu seu curso de graduação com um trabalho de conclusão de curso relacionado ao jornalismo econômico.

Você pode me perguntar, por que tanto fascínio por algo relacionado a números?

Aí que você se engana. O jornalismo econômico não é uma disciplina da área de exatas, ele é uma ciência e vai muito além de números, taxas, projeções e Excel. Ele vai ao conceito de fato.

Nesta aula pude perceber a amplitude das discussões macroeconômicas, me fez entender muito melhor questões relacionadas a história e o impacto de tudo isso no cenário político. Me fez entender como o jornalismo político e o econômico são distintos e ao mesmo templo complementares, pois um impacta no outro.

Todas as aulas eram reflexivas e me faziam sair pensando em como solucionar as grandes questões das propostas de modelos econômicos: socialista e capitalista. Por meio do conteúdo trabalhado nesta disciplina entendi porque todo economista é um ser inconformado, porque o vasto conhecimento dele o faz insatisfeito com o cenário que vê e projeções que faz.

Levei esta aula para a vida e acredito que não deveria ter sido uma aula eletiva e sim obrigatória no quadro regular da faculdade. Por fim, a paixão pela economia foi tão intensa que meu trabalho de conclusão de curso foi focado nos jargões do jornalismo econômico e como uma comunicação mais simplificada poderia ser o caminho para popularizar mais o entendimento da macroeconomia.

Este professor marcou tanto minha vida que até hoje, após dez anos de formada, trabalho com jornalismo econômico e não canso de me encantar e aprender até hoje sobre economia.

Outro detalhe importante é que há poucos profissionais que escrevem com propriedade sobre o tema, entendendo o que há por trás dos fatos imediatistas.

As pessoas não gostam da macroeconomia porque a veem como distante de sua realidade, quando na verdade é o contrário, ela traz luz ao contexto atual e informações de subsídio para o futuro. Impossível não se apaixonar.

Andrea Diniz – Uninove



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos