Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


FIES – Financiamento estudantil ou faculdade. O que é e inscrição



FIES é a sigla para Financiamento Estudantil, um programa do Ministério da Educação no Brasil que financia o curso superior para alunos matriculados em faculdades e universidades particulares. O programa foi alvo de muitas críticas em 2015 quando deixou de atender boa parte dos novos contratos com a alegação de falta de recursos para o financiamento.

Mas ele é de extrema importância para milhares de estudantes no Brasil que depende dele para financiar as mensalidades escolares, que por sua vez estão cada vez mais altas.

Apesar das mudanças ocorridas e da expectativa de novas mudanças com o governo de Bolsonaro, ele é bastante atraente por sua taxa de juros baixa e as demais condições muito favoráveis do programa.

Fies - Financiamento estudantil

Como funciona o FIES?

Para entender como funciona o FIES é preciso levar em conta as três fases dele após a contratação do mesmo:

Fase de utilização: Corresponde ao período de estudos, ou seja, uma vez contratado ele ficará responsável pelo pagamento das mensalidades até o final do curso. Nesta fase você pagará apenas R$ 50,00 a cada três meses.

Fase de carência: Após a conclusão do curso, existe um período de carência que corresponde a 18 meses, embora o governo queira diminuir para 12 meses. Neste período o estudante também pagará R$ 50,00 a cada três meses.

Fase de amortização: Após o término da carência o estudante começará a pagar mensalmente as prestações referente ao FIES que poderá ser em até 13 anos.

Quem tem direito ao financiamento estudantil?

O FIES é destinado a estudantes de instituições de ensino superior particulares, quem tenham participado do ENEM e com renda familiar bruta de até 20 salários mínimos.

Mesmo tendo direito, existe ainda a possibilidade de o financiamento ser feito de apenas 50%, tendo em vista certo comprometimento de renda.

Como fazer a inscrição?

Para fazer a inscrição é necessário observar os prazos estabelecidos pelo Ministério da Educação para novas inscrições. Estando dentro do prazo, o estudante deverá acessar o site: https://sisfiesportal.mec.gov.br e informar os dados do cadastro.

Quais as vantagens do FIES?

Basicamente duas coisas chamam a atenção no financiamento estudantil do MEC. O primeiro é a taxa de juros que é muito baixa. Ainda está em vigor a taxa de 3,4% ao ano, embora o governo já sinalizou que ela deverá subir para aproximadamente 6,5% ao ano. Ainda assim é uma das menores taxas de juros praticadas no país.

A segunda coisa que chama a atenção é o fato de existir um período de carência de 18 meses (podendo cair para 12) após a conclusão do curso. Isto significa que o estudante terá um tempo após a conclusão do curso para encontrar um emprego, por exemplo e depois começar a pagar.

E se um aluno não conseguir o FIES?

Em 2015 muita gente ficou de fora e daqui em diante não sabemos como o programa irá funcionar. Para aqueles que não conseguirem fazer o financiamento pelo FIES a opção é buscar um crédito estudantil na própria instituição que em função dos problemas relatados em 2015, passaram a ampliar esses recursos a fim de atender seus alunos.

Diversas faculdades tem programas próprios para financiamento das mensalidades, sem contar outros programas de concessão de bolsas parciais, como é o caso do famoso Quero Bolsa.

O aluno deve sempre observar as taxas de juros envolvidas e as demais condições antes de contratar um financiamento estudantil, seja ele qual for.



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos