Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Engenharia Elétrica: Química Básica ou Geral



Cursei essa disciplina com o nome de Química Geral, no curso de Engenharia Elétrica na Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS, localizada em São Leopoldo – RS. É uma disciplina obrigatória, que, como todas as demais, representa 4 créditos no curso.

O que se estuda nesta matéria?

A disciplina começa com uma breve revisão de transformação de unidades de medida. Depois, são estudadas algumas classificações das propriedades da matéria, como a distinção entre propriedade física e química, e entre propriedade intensiva ou extensiva. Além disso, são vistos os tipos de transformações pelos quais a matéria pode passar, estados físicos, tipos e separações de misturas, ainda como etapa introdutória.

Mais adiante, são estudados os modelos atômicos dos elementos químicos e a configuração eletrônica dos átomos, com ênfase na distribuição eletrônica em camadas. São vistas algumas propriedades dos elementos químicos, como raio atômico e eletronegatividade.

O próximo conteúdo é referente às ligações químicas. Ele começa com a regra do octeto, que servirá de base para a compreensão de como os elementos podem se ligar uns aos outros. São abordadas as ligações iônicas, covalentes e metálicas. É mostrado como o tipo de ligação afeta a solubilidade da molécula.

O conteúdo seguinte é de reações químicas, que engloba o balanceamento de reações, reações de oxi-redução, estequiometria, reagentes e rendimento da reação. A seguir, são vistas as soluções, com conceitos de concentração comum e molar, fração molar, mistura de soluções e por fim o coeficiente de solubilidade.

Como são as aulas?

As aulas são, na maioria, teóricas, com o professor passando o conteúdo no quadro. Há também aulas práticas em laboratório, que exigem o uso de equipamentos de proteção individual (EPI's), como jaleco e óculos. Estas aulas práticas, na minha opinião, são o ponto alto da disciplina, pois permitem a aplicação prática de alguns conceitos vistos nas aulas teóricas. Há ainda as aulas dedicadas às provas.

Nas aulas teóricas, há sempre a oportunidade de tirar dúvidas durante a explicação de cada tópico. O professor passa listas de exercícios sobre cada tema visto em aula. Nas aulas práticas, contamos sempre com o auxílio do professor durante os experimentos, caso surjam dúvidas.

No laboratório, são feitos alguns experimentos simples de Química, como medição de volume de líquidos, medição da densidade de óleos e teste de chama, no qual amostras de diversos elementos são expostas a uma chama, o que causa a emissão de luz em uma cor específica para cada elemento. É este último o experimento mais interessante do semestre.

Quais as dificuldades que encontrei?

Nessa disciplina, temos apenas uma visão geral de boa parte dos conceitos, que é o que sugere o nome da disciplina, com enfoque maior em alguns poucos tópicos. Assim, não encontrei dificuldades significativas na disciplina do ponto de vista teórico.

Nos experimentos de laboratório, às vezes o tempo passa rapidamente, por isso é preciso manter o foco para completar todas as medições no tempo estabelecido.

Uma boa capacidade de memorizar certos conceitos é interessante, por mais que os professores insistam no contrário. A diferença entre uma nota boa e uma excelente está nos pequenos detalhes que por vezes esquecemos.

O que os professores mais cobram?

É cobrada uma correta interpretação da tabela periódica e dos valores nela contidos, e uma boa capacidade de entender os conceitos principais de cada tópico. As provas contém questões semelhantes às listas de exercícios, e combinam questões objetivas com questões dissertativas. Não há surpresas nesse sentido, mas é preciso ter atenção nas questões objetivas, que algumas vezes contém afirmativas semelhantes umas às outras.

Qual a contribuição desta disciplina para meu curso?

A contribuição de Química Geral para a Engenharia Elétrica é pequena do ponto de vista prático, porém alguns conceitos vistos na disciplina ajudarão a entender o funcionamento de componentes e circuitos eletrônicos que serão vistos em disciplinas posteriores. Química Geral é uma disciplina inicial que alunos de diversas engenharias cursam, logo não é dada ênfase dentro da disciplina a nenhuma aplicação exclusiva a um curso específico. Certos cursos tem disciplinas adicionais de Química, mas não é o caso da Engenharia Elétrica.

Jones Augusto Kaspary



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos