Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Sistemas Estruturais. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo



Sistemas Estruturais Arte Arquitetura e Urbanismo, matéria obrigatória 600 horas

Sistemas estruturais é uma matéria que nos fornece uma base para que possamos sabermos se o que estamos projetando é possível de ser concebido a partir da estrutura, balanços que estamos pensando para determinado projeto, estuda vários tipos de sistemas estruturais, suas materialidades e cargas vantagens e desvantagens é uma matéria que continua a disciplina de resistência dos matérias

A matéria de sistemas estruturais estumas sistemas que podem se aplicar nas estruturas dês de as fundações, os esforços que serão aplicados a ela e a cargas que ela terá que suportar, aprendemos fundações rasa como sapatas, sapatas corridas, blocos, radiers , as fundações rasa são as que transmitem carga diretamente para o solo a partir da fundação tem no máximo sua profundidade de ate 2,5 metros de profundidade

As fundações profundas são feitas por estacas ou tubulão e transferem cargas a partir dos mesmos, as base estão implantada duas vezes a sua menor dimensão, e a mais de 3 m de profundidade.

Estudamos também matérias como concreto, concreto pré-moldado, concreto armado, concreto protendido, aço, ferro, madeira, bambu, vidro, barros, e fechamentos estruturais alternativos que hoje já aparecem no mercado, vemos suas especificações quanto de carga suportam analisamos o projeto para vermos onde essas cargas serão descarregadas ao longo da estrutura e o comportamento que a mesma vai desempenhar ao longo do tempo.

Como são as aulas?

As aulas dessa matéria são teóricas e praticas, existem visitas a obras, principalmente quando estão na faze de fundação, algumas aulas de laboratório principalmente para testes ensaio do quando cada material suporta as determinadas cargas que serão expostas, suas deformações, formas, e métodos de execução e manutenção estrutural ao longo do tempo para que as estruturas projetadas funcionem corretamente como foi projetado.

Dificuldades

A dificuldade que encontrei nessa disciplina foi maior na parte de memorização de normas que estas devem corresponder, a aplicação de cargas em diferentes sentidos que influenciam estruturalmente bem como cargas acidentais, como vento chuva, sol, e outros intemperes que ocorrem. Os professores cobram muito normas do que esta sendo executado, e a direção das cargas estudo do solo que o projeto será implantado para avaliarmos qual o melhor tipo de fundação se existem possíveis expansões de altura do edifício o que geraria mais carga sendo aplicada na estrutura isto precisa ser calculado previamente na concepção do projeto quando ainda estão sendo feito estudos.

Contribuições

Essa matéria contribui muito no curso de arquitetura para os arquitetos terem noção de estrutura vãos livres, cargas de apoio, estruturas de balanço, vigas de transferência, o tamanho que essas vigas vão impactar no projeto, se é possível executar uma estrutura hibrida, se é possível analisar e usar outro tipo de material que reduza o tamanho da viga quando viga de transferência, e tamanho de vãos e balanços que podem ser aplicados livres, aproveitando melhor o espaço e o custo benéficos daquilo que será projetado, muitas vezes utilizamos o próprio elemento estrutural como partido de projeto auxiliando na concepção do mesmo que será executado.

Aluna do curso de Arquitetura e Urbanismo em Ribeirão Preto



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos