Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Arquitetura de Computadores. Faculdade de Ciência da Computação



A disciplina de arquitetura de computadores é uma disciplina obrigatória que compõe o currículo básico de qualquer curso relacionado com informática: ciência da computação, engenharia da computação, tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas, entre outros. Ela pode ter as seguintes nomenclaturas: arquitetura e organização de computadores, organização de computadores, organização de sistemas de computação, entre outras.

O que é a matéria de arquitetura de computadores?

Arquitetura de computadores abrange aspectos teóricos do hardware de computadores e tem a finalidade de explicar o seu funcionamento. Quero deixar claro que é uma matéria que fornece a base necessária para se compreender como funciona um sistema de computação e cada elemento que o compõe.

O que se estuda nesta matéria?

A disciplina de arquitetura de computadores abrange o estudo do funcionamento do hardware do computador e aborda também alguns aspectos gerais sobre sistemas operacionais. Quando eu digo “funcionamento do hardware” quero deixar claro que a matéria explica o funcionamento teórico, não prático.

Ou seja, a disciplina não vai abordar aspectos técnicos das peças do computador (para isso, bastaria um curso livre de montagem e manutenção de computadores). Esta disciplina sempre traz primeiramente um breve histórico de como a tecnologia computacional foi evoluindo ao longo dos anos.

Além disso, tem o objetivo de descrever a organização básica de um sistema computacional, ou seja, define o que é um processador e como ele funciona, o que é a memória e como ela funciona, quais são os elementos de entrada e saída da máquina e como o computador compreende e manipula os dados.

Este último tópico abrange conceitos de lógica digital, conversão de números para base binária (pois o computador somente consegue manipular dados digitais, ou seja, compostos por zero e um), além de esclarecer os conceitos de bit e byte, entre outros.

A disciplina de arquitetura de computadores em algumas faculdades abrange também alguns conceitos sobre sistemas operacionais e como eles gerenciam o hardware da máquina. Apesar disso, devo ressaltar que boa parte dos cursos (inclusive o meu) aborda este tema separadamente, em uma disciplina específica.

Como são as aulas?

Como disse anteriormente, a disciplina de arquitetura de computadores é abordada de maneira teórica, por isso, as aulas consistem em explicações dadas pelo professor. Na minha faculdade não tive aulas práticas desta disciplina.

Além de algumas explicações dadas pelo professor, ele indicou um livro e solicitou que a classe se dividisse em grupos. Cada grupo ficou responsável por estudar um capítulo do livro e apresentá-lo para a classe em datas determinadas. Assim, boa parte das aulas foi composta de apresentações preparadas e dadas pelos próprios alunos.

Quais as dificuldades que encontrei no estudo da disciplina?

Apesar de ser uma disciplina fundamental, tive dificuldades porque senti que foi abordada de um modo teórico e abstrato. Na verdade, não teria como ser diferente, pois, por exemplo, não há como mostrar de modo palpável o que é um “bit”, apenas dizer que se trata de um pulso elétrico representado pelo número um ou zero. Alguns conceitos desta disciplina somente foram se consolidando na minha mente algum tempo depois, em outras matérias que tive posteriormente.

O que os professores da faculdade mais cobram?

Na disciplina de arquitetura de computadores, os professores cobram que o aluno entenda o que é um sistema computacional, quais os elementos que o compõem (memória, unidade de processamento, elementos de entrada e saída, etc...) e como os mesmos se relacionam.

É cobrado também que o aluno compreenda aspectos principais da história da informática e da evolução dos computadores. Além disso, conceitos sobre conversão de números para base 2 (binária) e vice-versa. Além dos trabalhos apresentados pelos grupos, foi preciso fazer uma prova final que contemplou todos os conteúdos.

Qual a contribuição desta disciplina para meu curso superior?

Essa disciplina contribuiu significativamente para o meu curso superior, pois ela aborda conceitos fundamentais para qualquer profissional da área de informática. O próprio conceito de computador e como ele é composto foi primordial para poder compreender melhor disciplinas que se seguiram.

Por exemplo, quando tive matérias referentes ao desenvolvimento de programas e softwares, um conceito importante utilizado foi sobre o funcionamento da memória. A qualidade de um programa bem desenvolvido passa pelo bom uso que o mesmo faz da memória da máquina, a fim de não sobrecarregá-la.

Abraão George Halcsik, graduado pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo.



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos