Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Precisa saber inglês para fazer faculdade? O idioma americano ajuda?



Aprender inglês tornou-se quase obrigatório e é comum ao conversar com a maioria das pessoas sobre o assunto, que eles reconheçam a importância deste idioma para a nossa vida.

Não é preciso fazer muitas justificativas, pois basta ligar a TV e você encontra vários canais com programação americana, na internet a maioria dos sites são em língua inglesa e no Youtube, a situação não é diferente.

Mas a pergunta que encabeça este texto é se é necessário saber ou ter de aprender inglês para fazer faculdade? A pergunta precisa ser bem respondida pois poderá haver mais de uma resposta.

Precisa saber inglês?

Dicionário em inglês

Inicialmente a resposta é não. No Brasil os cursos superiores são feitos em idioma português e portanto se você tem fluência neste idioma, não terá dificuldades para acompanhar as aulas, ler livros e outros materiais, realizar trabalhos e avaliações, entre outras atividades pertinentes à atividade acadêmica.

Contudo apesar da regra acima ser aplicada de maneira geral a todos os casos, há contudo algumas situações em que o conhecimento do idioma americano/britânico seria não obrigatório, mas muito bem vindo e talvez até recomendado. Vejamos:

  • Há cursos como relações internacionais, secretariado executivo, administração, economia, algumas engenharias e principalmente os cursos na área de computação onde creio que seja muito recomendado saber inglês.
  • Quem quer estudar relações internacionais certamente está ciente da necessidade de imergir e relacionar-se com o mundo exterior e isto em termos de idioma é feito em inglês.
  • Quem estuda administração ou economia poderá entrar pelo caminho de importação e exportação e também deve estar ciente que o comércio exterior não será possível sem a comunicação na língua inglesa.

Computação

Mas apesar de haver muitos cursos como os citados acima, há contudo alguns casos peculiares e ai entra os cursos superiores na área da computação onde acredito que saber inglês fará toda a diferença.

Eu não sei se todas as pessoas que entram na faculdade para fazer ciência da computação ou engenharia de software tem consciência de que nesses cursos, as linguagens de programação, bem com os softwares que serão usados são todos em inglês.

Comandos como if, for, foreach, while, switch, bem como termos como functions, class, property, entre centenas e talvez até milhares de termos vão estão presentes no dia a dia de estudo de quem opta por esses cursos.

Sem contar que as documentações técnicas de softwares e linguagens, na maioria dos casos está em inglês. Os melhores fóruns de discussão também. Assim, não é só para compreender os comandos e termos chaves que você precisará do idioma americano na faculdade, há todo um contexto.

Além da faculdade

Mas a coisa vai além da faculdade, pois em boa parte dos cursos superiores em que você se formar, a intenção obviamente é trabalhar naquela área e portanto se você deu um jeitinho na faculdade de concluir o curso mesmo sem saber inglês, talvez não terá a mesma oportunidade de fazer isso no mercado de trabalho que é bastante exigente quanto a essa questão.

Dependendo do curso, da área escolhida e principalmente da empresa onde você for trabalhar é fundamental ter em mente que o inglês vai ser exigido e por isso se você pretende ainda entrar na faculdade ou se já está estudando, eu recomendo a começar a considerar seriamente a possibilidade de estudar esse segundo idioma.



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos