Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Qual faculdade fazer para ser deputado estadual ou federal?



De quatro em quatro anos, os brasileiros vão às urnas para definir aqueles que irão cuidar do futuro do país. Nesse momento, vem aquela dúvida: quais são os requisitos para se candidatar a uma vaga como deputado no Brasil.

Bom, para começar, uma pessoa que se candidata para o preenchimento de uma vaga como deputado estadual ou federal não precisa de uma formação no ensino superior. E, os requisitos mínimos para se candidatar como deputado estadual ou federal são:

  • Ser alfabetizado;
  • Ser um brasileiro por nascimento ou naturalizado;
  • Fazer parte de algum partido;
  • Estar em exercício pleno dos direitos políticos;
  • Possuir título eleitoral
  • Morar dentro da região em que pretende atuar como político;
  • Possui a idade mínima de 21 anos.

Porém, apesar das exigências serem poucas, o recomendado é que o candidato apresente várias habilidades e que se mostre um profissional com total capacidade de ocupar o cargo. Por isso, apesar da formação superior não ser obrigatória, vale a pena apostar em um curso que ajude a se preparar melhor na hora de exercer a função.

Veja quais são as funções do deputado estadual e federal, e os cursos mais adequados para a carreira.

Deputado estadual e federal

A função de um deputado estadual é criar, emendar ou mudar os projetos de lei que sejam de interesse dos cidadãos do estado em que se candidata. Ele tem o dever de fiscalizar o trabalho do governador e o uso do orçamento no estado. Além disso, possui a obrigação de analisar anualmente as contas que Executivo estadual deve prestar e o poder de instaurar CPIs para apurar e investigar irregularidades na administração do estado.

A função do deputado federal é semelhante a do estadual, sendo que a diferença é que o seu trabalho adquire um âmbito mais amplo. A sua principal função é legislar e realizar possíveis mudanças na Constituição do país. Ele também pode aprovar ou não medidas provisórias indicadas pelo presidente e tem o dever de fiscalizar o que o Poder Executivo por meio do Tribunal de Contas da União (TCU), e o uso do Orçamento da União. Além disso, só os deputados federais podem instauração de processos de impeachment.

Dentre os cursos superiores mais adequados para quem deseja ser deputado podemos destacar o de Direito. No curso de Direito, um deputado pode encontrar um grande conhecimento teórico sobre a ocupação dentro setor público. Ele engloba diferentes ramos e assuntos: Previdência, Administração, tributos, etc. Com a formação nesse curso, é possível atuar de forma mais eficiente, segura e profissional.

Outro curso que se encaixa bem com essa ocupação, é o de Ciências Políticas. Essa é a principal graduação para qualquer pessoa que deseja realmente entrar no meio político e saber as principais características da carreira. Entre os temas que são tratados estão a criação do Estado e os diferentes tipos de políticas públicas. Ele oferece um preparo teórico e prático para os cargos públicos ensinando como é o funcionamento do processo legislativo, dos partidos políticos e do poder democrático.

O curso de Direito é do tipo bacharelado e dura em média 5 anos. Já o de Ciências Políticas também é de bacharelado, mas dura só4 anos.

Outros cursos

Mas, essas não são as únicas opções. Quem almeja a carreira política também pode optar pela graduação em:

  • Ciências Contábeis;
  • História;
  • Relações Internacionais;
  • Administração.

Eles apresentam diferentes focos, mas, que se encaixam perfeitamente para quem deseja ser um deputado. Por meio deles, é possível pode entender a melhor forma de administrar os recursos do país honesta e estrategicamente. Os tópicos que são ensinados ajudam a conhecer a situação atual de nossa sociedade, indicando os setores que necessitam de preciso melhorias e quais são as soluções para os principais problemas. E, se por acaso o candidato já tenha uma outra formação superior, ele pode investir em uma pós ou um curso de especialização.

É claro que o fato de uma pessoa não ter uma graduação em um desse cursos, não significa que ela não tenha habilidades para ser um bom deputado. Porém, a formação superior oferece uma bagagem de conhecimento muito maior, sobre os aspectos sociais e as melhore forma de propor mudanças e projetos que atendam às necessidades reais da população do país.



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos