Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Faculdade de Enfermagem: Práticas Educativas em Saúde



É uma disciplina que também pode ser chamada de Educação e Saúde ou Enfermagem e Educação. É obrigatória nos cursos de graduação em enfermagem, podendo ser realizada em algumas instituições na modalidade de educação à distância (EAD) também. Dentro da estrutura curricular básica, essa matéria visa estimular o conhecimento da educação em saúde como um campo com várias facetas, que convergem os saberes populares e científicos, envolvendo o processo de saúde e doença, e também como ferramenta de ação política e de mobilização social para promoção da saúde.

Propõe a integração do conhecimento teórico com a prática na formação do profissional enfermeiro a partir da reflexão critica sobre a realidade e a produção dos saberes de modo a favorecer a melhor qualidade de vida e ampliar a consciência coletiva, de forma a propor atividades educativas que abordem os fatores ambientais, sociais e étnico raciais que interferem no processo de adoecimento do indivíduo. Apresenta as diferentes tendências pedagógicas e sua aplicação na construção do conhecimento.

Habilidades

Dentre as habilidades que se esperam dos alunos, está que este seja capaz de articular os conhecimentos adquiridos com as situações do cotidiano, estabelecendo a relação entre teoria e prática, reconhecer e utilizar metodologias pedagógicas facilitadoras da comunicação entre o enfermeiro e o indivíduo, família e comunidade, projetar ações e propostas de intervenção na realidade, interagir no trabalho de equipe respeitando as especificidades e as diferenças, favorecendo a complementação das ações entre si, de maneira a contribuir com a transformação da sociedade, relacionar a fundamentação teórica com o “ser, conviver, conhecer e fazer”, dentro das relações existentes entre as aprendizagens teóricas e a prática.

As aulas

As aulas, com exceção das cursadas na modalidade EAD, são realizadas tanto com ministrações em sala de conteúdo quanto em campo prático. Costumam ser poucas, geralmente os professores dão apenas uma introdução e deixam o restante da matéria para ser apenas discutida em sala. Quando estudei essa disciplina, a turma foi dividida em grupos, e cada semana trazíamos pontos que considerávamos importantes dos artigos passados anteriormente para debater.

Após essa parte, o restante do programa curricular se dá através de práticas dos alunos. A primeira parte da prática é em sala, onde realizamos dinâmicas educativas referentes ás temáticas apresentadas. A segunda parte se dá nas chamadas salas de espera, onde, em postos de saúde ou hospitais, nos locais onde os pacientes esperam para serem atendidos, realizam-se atividades educativas variadas, visando informar a respeito do assunto.

As avaliações

As avaliações costumam se dar a partir dos debates em sala e dessas dinâmicas, podendo alguns professores também fazer avaliações teóricas. Na modalidade EAD a possibilidade de variação dos modelos de avaliação são muito limitados, por isso, só ocorrem avaliações teóricas. No caso das dinâmicas, quanto mais criativas forem, melhor avaliadas serão. E no caso dos debates, quanto mais ricos em conteúdos e pontos abordados, melhor serão avaliados. A linguagem deve ser sempre acessível, e a apresentação deve ser sempre muito bem organizada e estruturada, pois pontos a respeito desses quesitos podem ser descontados também.

Importância

Dentro da enfermagem, enxergo a disciplina como sendo de grande importância, pois, muitas vezes, é a primeira oportunidade de vínculo do profissional com o paciente. Hoje em dia, principalmente dentro da estratégia de saúde da família, há diversos programas do governo que visam, além do tratamento medicamentoso, a conscientização do cliente, através da educação, para que haja uma mudança em seu estilo de vida, podendo assim prevenir agravos e chegar a um controle mais efetivo de doenças, como as doenças crônicas, por exemplo. Acredito que o profissional de enfermagem seja, após o agente de saúde, o profissional mais próximo do cliente, o que abre uma boa oportunidade para que os temas sejam trabalhados.

Dentro disso, usando uma linguagem acessível e determinada proximidade, é possível que hábitos de vida sejam revistos, e que haja realmente uma diferença na vida do paciente. Para tanto, é necessário que o profissional esteja munido do conteúdo abordado nessa disciplina, que o permitirá conhecer como agir diante de diferentes situações e como realizar uma boa abordagem aos seus clientes.

Dificuldades

Dentre as principais dificuldades encontradas pelos alunos está a criatividade para realizar as dinâmicas, porém esse é um problema fácil de resolver. As atividades não precisam necessariamente serem as mais inventivas, mas devem ser lúdicas, de um modo que capturem a atenção do cliente e o faça enxergar algo que, de outro modo, não enxergaria. Com as práticas essa questão pode ser melhor resolvida.

Carla Fernandes, acadêmica de Enfermagem da Unigranrio.



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos