Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Faculdade de Veterinária: Animais Silvestres



Embora seja cada vez mais comum a criação de animais silvestres tanto como animal de estimação como de criação (produção), a disciplina de animais silvestres ainda é optativa. Ou seja, não faz parte da grade curricular eletiva da maioria das faculdades de veterinária, cabendo ao aluno optar(escolher) entre as opções de disciplinas optativas.

Mas é uma escolha fundamental para quem pretende trabalhar com clínica de pequenos animais ou mesmo que queira inovar no ramo de produção animal. Nunca ouviu falar nisso?

Alguns cursos até já oferecem a disciplina de Criação de Animais Silvestres como optativa. Hoje já existe a criação de animais silvestres para fins de produção tanto de carne como de outros gêneros de consumo, como a criação de jacarés (muito difundida no Brasil, no Pantanal, em São Paulo e no Sul) e de avestruz.

Quais são os animais silvestres?

São considerados animais silvestres as espécies que não são domésticas (como o cão, o gato, o cachorro) ou de criação (como as vacas, galinhas, porcos etc). Geralmente são mais difíceis de se adaptar a presença humana, pois são retirados da natureza e acabam apresentando problemas de reprodução em cativeiro.

Algumas espécies já são comumente criadas como animais de estimação, mas embora mais acostumadas aos seres humanos ainda são consideradas silvestres, como: Aves exóticas (papagaio, arara, cacatua, avestruz, ema), mamíferos pequenos (micos, furões etc) e répteis (cobras, jabutis, lagartos e jacarés).

O que se estuda nesta matéria?

São estudados os aspectos quanto ao manejo de fauna, as técnicas e a alimentação, as necessidades dos animais silvestres, o meio-ambiente em que vivem (habitat), classificação de mamíferos e aves, a sanidade e produção e os animais de interesse econômico e a ecologia e o equilíbrio. O objetivo é que possamos aprender os conceitos e procedimentos a serem tomados pelo profissional médico veterinário, quando se tratar do manejo de animais silvestres com enfoque na visão de produção conservacionista. Ou seja, mantendo as características do animal e sua origem, como silvestre.

- A produção de animais silvestres, elaboração de projetos de criatórios comerciais e conservacionistas.

Como são as aulas?

As aulas são teóricas e práticas, embora não haja tanto material disponível como na clínica de pequenos animais. Mas sempre é possível fazer visitas de estudo a criadouros, produtores e zoológicos.

É feito um levantamento do conhecimento prévio a turma e a motivação da leitura de textos e pesquisas. São colocadas situações e problemas como parte do conteúdo das aulas, para a familiarização com casos clínicos.

São utilizadas apresentações de vídeos, multimídia, exposição oral de casos e situações, discussões, debates e questionamentos. Além das leituras e estudos dirigidos, também são feitas atividades escritas individuais e em grupos e apresentações de trabalhos.

Quais as dificuldades?

Muito pouco ainda se sabe sobre os animais silvestres em geral. Principalmente por que a pesquisa nessa área é pouco incentivada e financiada. Acho que a maior dificuldade é a falta de literatura, de especializações e de mais estudos, limitando as possibilidades de diagnóstico e tratamento. É preciso se dedicar muito e pesquisar bastante para conseguir ser um bom clínico nessa área. Além da prática, claro.

O que os professores da faculdade mais cobram?

São utilizadas ferramentas como trabalhos individuais e em grupos, já que o conteúdo é muito extenso, além das provas. Geralmente cobradas em forma de casos discutidos buscando soluções dissertativas.

Como esta disciplina contribuiu para minha faculdade?

Por ser uma disciplina optativa, só irá contribuir para o seu futuro profissional se for escolhida. Mas acredito sinceramente que é muito enriquecedora profissionalmente para qualquer médico veterinário, ainda mais com o crescente desrespeito pelo meio ambiente e a necessidade de preservação das espécies. Por isso acho que deveria ser uma disciplina obrigatória em todos os cursos

Ana Carolina Braga. Graduada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Fluminense. Facebook: https://www.facebook.com/anacarolinabbraga



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos