Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


É possível fazer faculdade na terceira idade?



Fazer um curso superior é sempre uma opção importante para qualquer tipo de pessoa, pois uma faculdade é importante profissionalmente e tem muito valor para a autoestima das pessoas, sem contar que pode trazer até benefícios de saúde, pois o ato de estudar estimula o cérebro e nos mantem ativos.

Foi-se o tempo que fazer faculdade era coisa para os mais jovens. Eu mesmo ouvi muitas pessoas dizerem que tinham passado do tempo de estudar e com isso havia “jogado a tolha” e desistido de vez de pensar em fazer uma graduação.

Hoje, temos vistos pessoas de todas as idades voltando para as salas de aula ou para as telas do computador buscando uma formação de nível superior.

Mas, quais as vantagens e desafios que uma pessoa na terceira idade terá ao se decidir em fazer um curso superior?

Vantagens

As vantagens são muitas, pois pessoas na terceira idade não são inválidas ou que não podem ter esperanças, pensar no futuro, etc. Destacamos algumas das principais vantagens:

  • Manter-se ativa: Nesta idade as pessoas tendem a diminuir o ritmo de suas atividades e isto não e bom. Manter-se ocupado com deslocamentos, atividades em grupo, estudos e outras tarefas comuns do ato de estudar, pode ser muito benéfico para as pessoas que estão na terceira idade.
  • Estimular o cérebro: Se a atividade física é importante, quanto mais a atividade cerebral. Esta também precisa de estímulos constantes e estudar é uma das melhores formas de manter o cérebro ativo, o que pode trazer muitos benefícios para a pessoa.
  • Ganhar motivação: Não é incomum as pessoas na terceira idade terem pouca motivação, pois as vezes falta estímulo e a sensação de que já fizeram tudo que tinham de fazer pelos filhos, por exemplo, gera certa estagnação motivacional. Assim um curso superior pode servir como um combustível neste sentido.
  • Buscar uma formação para um trabalho: Há casos em que a necessidade pode ser outra. Muitas pessoas, embora aposentadas, necessitam de complementar a renda e se ainda tem boa saúde e disposição para o trabalho, um curso superior pode ajudar muito na busca de uma nova oportunidade profissional.
  • Ser exemplo: Por fim e não menos importante há a questão do exemplo para os filhos, netos e para outras pessoas. Enquanto muitos jovens não querem estudar, ver uma pessoa nesta idade se dedicando é no mínimo motivador.

Desafios

Mas é preciso levar em conta que enfrentar um curso superior gera desafios até para os jovens, quanto mais para alguém que já está na terceira idade. Entre os principais desafios, podemos destacar os seguintes:

  • Ritmo de estudos: Este será um dos desafios a serem vencidos, pois os professores em um curso superior tendem a cobrar bastante de seus alunos, com muitos livros para ler, atividades a serem feitas individualmente ou em grupo, entre outras coisas. O ritmo é puxado e por isso é necessário estar preparado para enfrentar.
  • Relembrar conteúdos: Se a pessoa fez o ensino médio e parou de estudar, então significa que ela ficou muito tempo sem ter contato com os conteúdos escolares e isto implica as vezes ter de relembrar muita coisa ou talvez até reaprender, pois as coisas mudam.
  • Integração com os mais jovens: Por fim e não menos importante é o fato de na maioria dos casos você ter de conviver no ambiente acadêmico com pessoas jovens, muitos deles praticamente adolescentes que acabaram de sair do ensino médio.

É inevitável que as ideias serão diferentes, as visões, os interesses, as conversas, entre outros. Como é necessário na faculdade realizar atividades em grupos é muito importante estar atento a questão do relacionamento que normalmente já é meio dificultoso em grupos de faculdade.

Mas não é impossível e a experiência da pessoa pode ser usada como um importante elemento de equilíbrio e sobriedade, muitas das vezes necessários e ausentes nesses ambientes.

Conclusão

Minha dica é: não importa sua idade, se houver condições, faça uma faculdade. Não fique sentado no sofá assistindo novelas, isto não traz nada de bom e não ajuda em absolutamente nada.



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos