Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Engenharia Civil: Materiais Naturais e Artificiais



Materiais Naturais e artificiais, na Engenharia Civil matéria obrigatória 600 horas

Materiais naturais e artificiais na engenharia civil são como os matérias podem ser aplicados, em suas forma naturais ou artificias principalmente na fundação das obras, ate formas tratadas, moldadas, ou ate mesmo aplicadas naturalmente como elas chegam da natureza, o mundo vem se aprofundando nas formas de usar matérias e novas tecnologias para este.

Qual é o objeto de estudo?

Nesta matéria, estudamos os matérias naturais, os esforços potencialidades e problemas dos matérias e suas formas de uso, em matérias como madeira, bambu, pedras, argila, barro. E estudamos matérias tratados artificiais produzidos através de misturas que resultam em outros matérias como o vidro, a cerâmica, concreto, concreto armado, ferro, que são muito utilizados em estruturas fundações, asfaltos entre outros.

Os matérias naturais como a madeira por exemplo sofrem todo tipo de ação dos meios externos quando não tratadas, podem ainda quando não extraídas sofrer bifurcações, nós, apodrecimento, possuem defeitos de secagem, rachaduras, envergaduras, e ação de cupins e parasita, sua tempo de vida útil é menor quando não protegido, já se pegarmos o mesmo exemplo e usarmos a madeira tratada, com antifúngicos verniz, lixa-la podemos obter uma material de maior vida útil que ao natural, não sofrem tanto com agentes externos chuva sol, defeitos de secagem...

Podemos também como material artificial citar o concreto, ele é um material criado a partir de matéria naturais, porem o concreto é artificial, produzidos em laboratório com medidas, e dosagens, o concreto podemos dizer que é praticamente impermeável, seu nível de permeabilidade é muito baixo, não sofre com grandes deformações, fissuras, ou apodrecimento e ataques de parasitas, é um dos matérias mais utilizados na engenharia civil em fundações sejam elas rasas ou profundas, é um material de grande resistência e que se tornou quase como uma identidade da construção civil no Brasil, quando usadas em fundação raramente apresentam problemas se executado de forma correta, e é m material que mesmo exposto tem um tempo de manutenção bem maior que outros matérias exemplo da madeira como citado a cima.

Como são as aulas?

As aulas dessa matéria se constituem por aulas teóricas e praticas, visitamos obras, fazemos aulas em laboratórios testamos ensaios de matérias, verificamos diferentes possibilidades de utiliza-los em diferentes construções, e a teoria dessa matéria, estudamos bastante legislação pesquisas a fabricantes, cálculos de pré-dimensionamentos, aprendemos muito calculo de dimensionamento dos materiais sejam eles artificias como o concreto ou naturais como a madeira, dimensionamos isso para diversas situações construtivas sejam fundações, construções, alvenaria estruturais, estruturas soltas.

Possíveis dificuldades

A dificuldade dessa matéria posso dizer que foi a parte de pré-dimensionamento, os cálculos que são muito extensos e um erro no começo da conta gera um sucessão de erros que para corrigirmos precisa ser refeita e conferida mais de uma vez, e outra grande dificuldade é a consulta ao fabricante geralmente encontramos muitas divergências no mercado. Os professores tendem a cobra muito pré-dimensionamento em seus usos, e aplicação dos matérias como chegamos a esse resultado.

Qual a importância desta disciplina para o curso?

No curso de engenharia civil essa matéria tem grande importância pois nós engenheiros somos quem dimensionamos as estruturas, as placas, pilares, toda forma de material na construção civil seja ela natural ou artificial que estamos projetando, e fazer com grandes vão sejam vencidos e a concepção colabore para que o projeto arquitetônico e de engenharia funcionem em conjunto e seja concebido o mais pleno possível, usando o tipo de material desejado, verificar se é viável em questões de preços e durabilidade do material, e a aplicação conferir se é possível a mão de obra disponível, as vezes a possibilidade de diminuir o tamanho das vigas e estruturalmente conseguir um difícil mais solto e esbelto por meio de cálculos que nos engenheiros executaremos.

Aluna de Curso de Engenharia Civil em Ribeirão Preto



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos