Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Curso de Jornalismo: Sociologia da Comunicação



A sociologia e a formação do bom jornalista

Um dos fatores que realmente diferenciam um jornalista formado em um curso técnico de um jornalista graduado é o entendimento profundo da sociedade e como a notícia produzida por ele gera relevância de interesse público e impacta no dia a dia das pessoas. E isso, certamente passa pela disciplina de sociologia.

Como são as aulas

Esta foi a primeira matéria que tive na faculdade e sem dúvidas acredito que deveria ser uma aula dada em qualquer curso de graduação, pois ela traz reflexão sobre o porquê das coisas e nos faz refletir sobre o convívio em sociedade. É uma ciência fundamental para a área de humanas.

Se hoje muitos “jornalistas” sem diploma universitário escrevem verdadeiras asneiras que não geram interesse nenhum em seus leitores e são motivo de piada na internet, muito disso se deve pela falta do entendimento da sociologia.

As aulas de sociologia, que muitos acreditam ser supérfluas, são as que trazem para nós o pensamento crítico, fator este essencial para ser um bom jornalista nos dias de hoje, com tanta informação inútil disponível.

Nunca vou me esquecer dos nomes Émile Durkheim, Karl Max e Max Weber, os pais desta ciência e que você irá ouvir pelo menos um deles em toda a aula. Afinal seus pensamentos são incríveis e valem a pena serem discutidos em aula.

Os trabalhos desta disciplina foram muito puxados e conceituais, me fez realmente ter um choque de realidade que agora não era mais o ensino médio e sim um curso de graduação de fato.

Aprendi e utilizo os conceitos desta aula até hoje e se hoje realmente defendo que seja exigido curso universitário do jornalismo é porque acredito que disciplinas como sociologia, psicologia e antropologia são fundamentais para entender os seres humanos, base fundamental de nosso trabalho, pois tudo que escrevemos é direcionado a uma pessoa.

Como saber o que escrever se eu não tiver consciência de para quem se está escrevendo. Muito mais que regras gramaticais, formas de texto que chamam a atenção do leitor, análise do discurso e interpretação de texto, precisamos de pensamento crítico. Nós filtramos a notícia para o leitor, por isso é nossa obrigação sermos de verdade este filtro para ele.

Gostaria muito de ter tido mais de um semestre desta disciplina. Guardo com muito carinho a lembrança daquela professora rígida e extremamente apaixonada pela sociologia da comunicação, que ao mesmo tempo que cobrava muito, introduzia em nós a vontade de ter um pensamento crítico sobre a vida em sociedade.

Andrea Diniz - Uninove



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos