Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Faculdade de Engenharia Civil: Gerenciamento de Obras Civis



No curso de engenharia civil a disciplina Gerenciamento de obras é uma das matérias mais importante do curso. Antes de iniciar essa disciplina, o estudante precisa ter um pouco de conhecimento em Excel e em alguns softwares como MS Project, pois são ferramentas que ele vai utilizar para desenvolver seus trabalhos.

O Gerenciamento de obras está diretamente ligado aos processos de planejamento e orçamento de projetos. O conteúdo mais cobrado pelos professores, como foi no meu caso, corresponde ao domínio de orçamento. O orçamento de custo de uma obra é basicamente o início de todo o processo. Nesta etapa de aprendizagem, o aluno deve estudar o projeto a ser executado, fazer o levantamento de viabilidades do empreendimento e fazer o orçamento propriamente dito. No orçamento de custo é definido valores e quantitativos de materiais e mão de obra, bem como cronograma determinando início e fim das atividades.

1 – O orçamento

Sendo o orçamento uma peça fundamental no processo de gerenciamento de uma obra, é necessário que o aluno e professor se dediquem um tempo maior nesta etapa do curso. O domínio dos conteúdos de elaboração de custos dos serviços como as composições de preços unitários, a elaboração da planilha orçamentária, o levantamento de quantitativos de projeto e a elaboração do cronograma faz toda a diferença quando este aluno tiver que montar um escopo de Gerenciamento de uma obra.

Para trabalhar como gerente de obra, o profissional dever dominar algumas áreas do conhecimento. São elas: Gerenciamento de custo, Gerenciamento de aquisições de materiais e mão de obra, Gerenciamento de tempo, Gerenciamento de monitoramento e controle das atividade entre outras situações num canteiro de obra.

Portanto, parte desses conhecimentos são adquiridos no estudo de orçamento. Esta disciplina costuma ser mais difícil. No meu caso, foi a mais cobrada pelo professor. Percebi que a turma teve um nível de dificuldade maior nesta matéria.

2 – O planejamento

Após o estudo do orçamento de obra, o aluno terá embasamento para iniciar a segunda etapa da disciplina que corresponde ao planejamento.

Planejar a execução de uma obra significa a grosso modo, determinar uma organização distributiva das atividades no tempo, com o objetivo de atingir todas as metas desejadas pelo empreendedor, inclusive a redução de custo. Cuja meta é uma das mais pretendidas por qualquer gerenciador.

No planejamento de obra estuda-se o mecanismo de como as atividades e o método executivo vão está distribuído ao longo do período determinado no cronograma macro da obra. Nesta fase, o professor pode pedir ao aluno elaborar um cronograma de obra onde ele possa cobrar do aprendiz a organização das tarefas de acordo com as etapas executivas, ou melhor, respeitando as atividades predecessoras e antecessoras: ele pode pedir um detalhamento maior no processo executivo de tarefas mais complexas, além de mostrar ao aluno a necessidade de conhecer um software que seja utilizado na área civil. Um dos softwares muito utilizado no gerenciamento de obras e o MS Project.

3 – O Gerenciamento

Quando o aluno tem o domínio dos conteúdos de orçamento e planejamento de obras, fica mais fácil estudar Gerenciamento de projetos. Nesta etapa do curso, o aprendiz vai assistir aulas a respeito da aplicação dos conhecimentos já adquiridos nas disciplinas anteriores.

Conclusão

No entanto, um bom Gerenciador de obras é aquele aluno que além de ter aprendido todos os mecanismos de elaboração de orçamento de custo e planejamento de obras, sabe aplicar este conhecimento com dinamismo e eficiência.

Márcia Gonçalves, graduada em Engenharia civil pela faculdade Metropolitana de Marabá-PA



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos