Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Interpretação e Produção de Textos. Faculdade de Engenharia Civil



Introdução

No curso de engenharia civil como nos demais cursos superiores, é ministrada uma disciplina chamada Metodologia do Trabalho Acadêmico. O aluno quando entra na faculdade, os professores esperam que ele saiba interpretar e produzir bons textos. Esperam-se que eles sejam pessoas esclarecidas o suficiente para desenvolver melhor os trabalhos acadêmicos.

Todas as matérias que são estudadas em faculdades, exigem do aluno desenvoltura na análise e elaboração de textos. A instituição está preparando o cidadão para o mercado de trabalho e também pessoas críticas e esclarecidas.

A disciplina Metodologia do trabalho acadêmico tem como objetivo ensinar o aluno o mecanismo de elaborar um trabalho de conclusão de curso. Nos demais trabalho que são feitos durante o curso e as próprias aulas assistidas em sala, o conhecimento que o aluno já possui dar possibilidade dele interpretar e produzir textos de qualquer assunto.

O objetivo maior da disciplina é mostrar ao aluno como ele deve se comportar quando for elaborar seus trabalhos científicos, como ele deve produzir e utilizar textos de outros autores.

1 – Trabalho Acadêmico

O primeiro contato que o estudante tem com trabalhos científicos é na faculdade. Cabe ao professor inicialmente mostrar ao aluno como é desenvolvido um trabalho de natureza científica, como que este trabalho é estruturado e quais são os tópicos indispensáveis para a elaboração da pesquisa.

A dificuldade maior do estudante, como foi no meu caso, não é a questão da interpretação de textos, mas de como produzir seu próprio texto. Dificuldades em separar os parâmetros exigentes nos textos acadêmicos correspondem um dos grandes desafios. Como por exemplo, diferenciar e escrever o referencial teórico, os objetivos que se dividem em geral e específico. Também há dificuldades em utilizar e esclarecer as citações.

Acredito que em todas os cursos superiores, independentemente de ser na área de exatas, humanas ou biológicas, cabe ao professores incentivar ou até mesmo cobrar dos alunos leitura e produção de textos. O estudante só desenvolve a escrita, escrevendo. Não há outro caminho. Às vezes, o próprio aluno reclama das cobranças que o professor faz quando o assunto é trabalhos que envolve teorias. Ele acha que estando na área de exatas, só precisa fazer contas. Esta visão do aluno no meu ponto de vista é muito rasa, Ele precisa desenvolver o gosto pela leitura e produção de textos.

Mesmo ele não tendo interesse em seguir uma carreira acadêmica, entrando num mestrado ou doutorado. O aluno deve entender que o mercado de trabalho é muito celetista. Os profissionais mais dinâmicos e melhor preparado consegue as primeiras colocações. Logo, escrever bem está diretamente ligado ao desenvolvimento intelectual do aluno. Isso mostra que ele aproveitou o máximo do tempo que esteve na faculdade. Esse aproveitamento tem a ver com a leitura e a escrita.

2 – A pesquisa

No campo acadêmico, a palavra pesquisa vem acrescida de mais um termo denominada de pesquisa científica. Nesta disciplina, o aluno estuda as partes estruturais de como desenvolver uma pesquisa científica e também coletar dados para compor o trabalho. Colocar o aluno para iniciar uma pesquisa científica tem por finalidade avalia-lo se ele é capaz de usar o conhecimento adquirido em sala de aula quando estiver fora dela. Os examinadores querem sentir segurança no aluno quando este estiver desenvolvendo sozinho uma pesquisa e assumindo suas responsabilidades. Estando este aluno seguro daquilo que coletou, escreveu e analisou, ele está apto a assumir a profissão.

As partes estruturais do trabalho correspondem as divisões do texto, deixando-o mais claro para o leitor. O estudante deve ser capaz de ser claro e objetivo em suas tomadas de decisões. O trabalho normalmente é subdividido em tema, revisão bibliográfica, resumo, justificativa, objetivos, desenvolvimento entre outras partes. A sequência dessas divisões e outras acrescidas ou diminuídas variam muito de uma instituição para outra. Mas o objetivo é o mesmo, avaliar o estudante.

Conclusão

Tendo em vista que as faculdades prepara o aluno para o mercado de trabalho, é de suma importância que este estudante tenha o domínio de interpretações e produções de textos. Quando se fala em interpretação de texto, o sentido não é apenas textos escritos. Os professores ou a sociedade cobra da pessoa entendimentos de inúmeros tipos de textos. São mensagens utilizando outros tipos de códigos.

No entanto, o profissional formado em qualquer área do conhecimento deve ser capaz de fazer um bom uso da linguagem e suas inúmeras formas de interpretações, em todas as situações em que ele se encontrar interno ou externo à faculdade.

Márcia Gonçalves, graduada em engenharia civil pela faculdade Metropolitana de Marabá-PA



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos