Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Faculdade de Enfermagem: Anatomia dos Sistemas



Também conhecida como anatomia sistemática ou ainda anatomia sistêmica, é uma disciplina obrigatória, comum à diversos cursos da área de saúde. O foco principal da matéria, dividida em módulos, é conhecer as estruturas formadoras dos principais sistemas funcionais do corpo humano.

Como são as aulas?

Igualmente às de anatomia, as aulas se dividem em conteúdos teóricos e práticos. São ministradas tanto em sala quanto em laboratório, através da utilização de peças sintéticas e de peças cadavéricas. Geralmente os sistemas são divididos em uma ou duas aulas, porém, apesar disso, são bastante extensos. Estudam-se, basicamente, os nomes dos órgãos e suas principais estruturas. Também estuda-se a histologia dos tecidos componentes dos órgãos e, em alguns cursos, ainda a embriologia destes.

Como são as avaliações?

As avaliações costumam ser bem difíceis, por isso, desde o começo do semestre em que cursei a disciplina, fui orientada a não deixar o conteúdo acumular. Essa é uma matéria onde os detalhes contam muito, pois os professores costumam cobrar bastante a histologia e estruturas menores dos órgãos.

Há sempre muito conteúdo, uma carga horária bastante extensa, e isso se reflete diretamente nas provas, que são grandes e complicadas. Há avaliações teóricas e práticas. Nas provas práticas são cobrados apenas os nomes das estruturas, mas é necessário ter uma atenção redobrada, principalmente com as estruturas mais internas aos órgãos, que costumam ser as preferidas dos professores para as provas.

Nas teóricas, é importante saber bem a respeito da embriologia dos tecidos, e das funções de cada um deles no órgão já formado, pois isso é bastante cobrado. Há também estudos de caso, sejam esses dentro das avaliações ou em estudos dirigidos feitos à parte para complementar nota. Esses casos requerem um bom conhecimento à respeito da estrutura e funcionamento dos órgãos para se chegar à um diagnóstico. Por isso, é importante estudar previamente, para ter os conteúdos bem fixados e se sair bem.

Quais as principais dificuldades?

É uma matéria que requer uma boa memória, pois são muitos os sistemas, nomes, funções e tecidos. O grande desafio, mesmo para quem não tem uma memória tão boa, é revisar sempre, para fixar. Outro grande desafio é conhecer as estruturas a ponto de entender como as patologias as afetam, pois, voltando-se à prática clínica, independente do curso que se esteja fazendo, é importante não apenas saber nomear os sistemas, mas compreendê-los à ponto de diagnosticar precisamente suas disfunções e tratá-las de modo rápido e eficaz, visando alcançar a recuperação do paciente. Foi uma matéria difícil para mim, porém com dedicação consegui me sair bem.

Qual a importância desta disciplina para a Enfermagem?

Dentro do campo de atuação da enfermagem, conhecer o corpo humano é fundamental, principalmente em relação ao planejamento de cuidados, papel fundamental do profissional enfermeiro. Entendendo-se sistemas, órgãos, tecidos, funções e disfunções do corpo humano, é possível, junto com toda a equipe de saúde, escolher medidas que beneficiem ao máximo os pacientes, e evitar acidentes também.

Conhecer a anatomia humana permite adotar uma postura melhor diante das suas atribuições, planejando ações que produzam resultados reais e dentro de um período de tempo adequado. Desde o cuidado em relação à ingesta hídrica até a adequação da cama conforme as necessidades do cliente, a anatomia está presente, sendo de total valia para o profissional de saúde.

Como o uso de novas tecnologias podem beneficiar os estudantes de anatomia?

Ao longo dos anos, diversos mecanismos tecnológicos vem sendo desenvolvidos para a área da saúde, o que só acrescenta na experiência acadêmica dos estudantes. É muito válido o uso dos aplicativos e sites que existem na internet relacionados à anatomia, pois em muitos deles, de um modo lúdico, é possível aprender os nomes de estruturas, conhecer mais a fundo aspectos histológicos e embriológicos dos órgãos e, desse modo, preparar-se ainda melhor para as avaliações. Isso me ajudou muito quando cursei essa disciplina, pois até mesmo no ônibus no trajeto para casa podia estudar, gravando os conteúdos muito mais rápido.

Carla Fernandes, acadêmica de Enfermagem da Unigranrio.



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos