Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Faculdade de Veterinária: Nutrição Animal



A Nutrição Animal é uma dessas disciplinas do curso de medicina veterinária que costumam ser mais tranquilas para os alunos. Também pode ser designada de Nutrição e Alimentação Animal.

Não que não tenha conteúdo, que não seja importante e nem precise de empenho da nossa parte. Mas por que o assunto é mais leve e geralmente interessa e agrada a maioria.

E quando a gente se interessa e gosta de alguma coisa fica mais fácil de aprender. Ainda mais se os professores forem legais.

Geralmente cursamos nutrição na transição do ciclo básico para o profissional. Também vamos ter alguns cálculos e alguma bioquímica, mas nada muito complicado. Também vamos exercitas nosso conhecimento de informática na área da saúde.

Eu realmente gostei dessa disciplina e é um assunto que me interesso até hoje.

Uma alimentação saudável é muito importante, tanto para os animais de criação (produção), quanto para os de estimação. É preventiva de diversas afecções (doenças em geral, incluindo as metabólicas) e perdas econômicas.

Conceito

Nutrir é fornecer ao organismo os nutrientes essenciais para que ele possa manter os processos metabólicos (fisiológicos) necessários à vida.

Quando falamos em Nutrição, estamos nos referindo não só a ciência que estuda os nutrientes essenciais e seu metabolismo, mas também a relação entre a boa alimentação e saúde animal, ao seu bem-estar.

O bem-estar de um animal é um direito adquirido inclusive por lei e está nos Direitos dos Animais. E uma alimentação balanceada, saudável e nas quantidades adequadas é um dos seus pré-requisitos.

Tópicos estudados na disciplina

Para que possamos aprender sobre a nutrição (e alimentação) do animal, de forma a proporcionar-lhe saúde e bem estar, é necessário saber:

  • As características nutricionais dos principais alimentos;
  • O metabolismo dos nutrientes: Água, proteínas, carboidratos lipídios, vitaminas e minerais;
  • O valor nutricional dos alimentos;
  • Aditivos alimentares;
  • O processamento dos alimentos (produção de rações);
  • Análises Bromatológicas;
  • Balanceamento e formulação de dietas;
  • Digestibilidade e exigências nutricionais dos animais (monogástricos e ruminantes);
  • Entre outros.

Metodologia de ensino

O conteúdo é distribuído em aulas teóricas e práticas. Também há muita bibliografia para leitura.

Nas aulas teóricas costumam usar muito recurso audiovisual, com multimídia e vídeos.

Nas aulas práticas vemos a parte dos métodos de cálculos de ração, de coeficientes, de suplementos e aditivos, as tabelas nutricionais (composição química dos alimentos) das várias espécies.

Dificuldades no estudo da matéria?

Como disse, a matéria é bem interessante. Até por que podemos aplicar os conhecimentos inclusive no nosso dia-a-dia, entendendo melhor a importância da boa alimentação.

Mas acredito que a presença da matemática, da bioquímica e da informática pode ser um dificultador para algumas pessoas.

Conteúdo das provas (o que os professores costuma cobrar)

As provas em geral são discursivas. As questões são formuladas com base no assunto aplicada, por período, e só na última prova que cai todo o conteúdo. Mas também existe a parte prática da disciplina, portanto pode se preparar para realizar cálculos e outras funções matemáticas e bioquímicas.

Conclusão

Acho que ao final dessa disciplina é importante que nós saibamos no mínimo entender quais os principais nutrientes e o seu metabolismo, o valor nutricional dos alimentos, o processo digestivo e a formulação de rações. Conhecimentos mínimos para proporcionar uma alimentação saudável para os animais, com qualidade e quantidade, e garantir saúde e bem-estar.

Animais, dependendo da espécie, também tem restrições alimentares, doenças metabólicas e carenciais e alergias alimentares. É preciso saber identificar e tratar tais enfermidades.

Tenham sempre em mente que quem for trabalhar com animais de produção tem dupla função: garantir a saúde e bem estar dos animais e também a dos seres humanos, consumidores dos produtos de origem animal.

Nutrir e alimentar a vida!

Ana Carolina Braga. Graduada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Fluminense. Facebook: https://www.facebook.com/anacarolinabbraga



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos