Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Faculdade de Direito. Disciplina: Homem e Sociedade



O que é a matéria Homem e Sociedade?

A matéria Homem e Sociedade tem uma abordagem sociológica a respeito da relação do indivíduo com o meio social no qual vive.

O meu contato com esta disciplina se deu no primeiro período do curso de Direito, no qual precisamos compreender as relações sociais entre os homens, o comportamento do indivíduo perante as normas sociais, as ações humanas, a cultura e valores morais que regem a nossa conduta. Com o entendimento dessas questões é que poderemos ter uma prática profissional como advogados mais consciente do nosso papel perante os clientes e a sociedade como um todo.

O que se estuda nesta matéria?

Nesta matéria nós nos detemos na maior parte do tempo em discussões sobre a dicotomia que dá nome à própria disciplina (Homem/Sociedade). Para iniciar os debates, a professora, socióloga de formação, nos apresentou os teóricos clássicos das ciências sociais: Émile Durkheim (1858 – 1917), Max Weber (1864 – 1920) e Karl Marx (1818 – 1883). Os três autores tratam da relação entre o indivíduo e a sociedade de formas diferentes.

Émile Durkheim toma a sociedade como uma espécie de ser superior que domina e controla as ações dos indivíduos, impondo-os os Fatos Sociais (educação, casamento, política, violência), que para ele é o objeto de investigação da Sociologia. Por outro lado, Max Weber privilegia a investigação das ações sociais, que são as ações impulsionadas no indivíduo por valores, objetivos particulares, crenças, entre outros. O mesmo autor ainda fala dos tipos de Dominação existentes na nossa sociedade, como a Dominação Tradicional, a Dominação Legal e a Dominação Carismática.

Já Karl Marx, por sua vez, encara a sociedade como separada em classes sociais, onde o sujeito que nasce em uma classe de proletários, ou seja, trabalhadores, será duramente explorado e não terá a mobilidade de ascender à classe burguesa, daqueles que detém as riquezas e dominam a sociedade. Para ele, o mesmo se dá em caso contrário. O capitalismo, sistema em ascensão na época em que viveu o autor, bem como a luta de classes foram o seu foco de estudos.

Esses três autores nos foram mostrados pela professora como a base para se entender as relações entre homem e sociedade, uma vez que eles, além de alguns filósofos antigos, foram os primeiros a pensarem sobre o homem e sociedade.

Como são as aulas

Como se trata de uma disciplina teórica, as aulas foram sempre expositivas, com auxílio de multimídia. A professora exigia a leitura antecipada dos textos, assim como a entrega de fichamentos para a obtenção de nota e facilitar a nossa participação nas discussões das aulas. Ao fim de cada aula, a docente nos pedia a elaboração de um pequeno texto sobre o que havia sido debatido anteriormente.

O semestre foi dividido em três unidades, então cada unidade foi voltada para um autor diferente. As avaliações levavam em conta a nossa participação, mas também se davam por meio de provas escritas, subjetivas e também de seminários.

Contribuições e desafios

A maior contribuição da disciplina para a minha formação foi perceber o quanto nós estamos sujeitos, enquanto indivíduos, a um sistema social que muitas vezes guia ou domina a nossa vida, as nossas escolhas, tomadas de decisões e objetivos que traçamos.

Apesar da dificuldade em lidar com textos teóricos, densos e de linguagem nem sempre fácil, as discussões em sala contribuíam, inclusive, para a aplicação do conhecimento em nossas vidas na atual sociedade e assim facilitar a nossa compreensão. Isso fez com que a minha visão de mundo se ampliasse e eu passei a perceber melhor delineados os contextos sociais pelos quais transito; seja o contexto familiar, do trabalho, faculdade ou círculo religioso.

Como futuro advogado poderei enxergar melhor em cada cliente tudo aquilo que influenciou as suas atitudes, o seu comportamento e a sua realidade social, o que refletirá em minha atuação profissional de forma positiva.

Carlos Xavier, estudante do curso de Direito



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos