Disciplinas de Cursos Superiores

Análises das matérias de cursos superiores escritas por estudantes universitários e graduados das universidades: USP, UFMG, UNIP, UERJ, UFJF, UFOP, UNIFESP, Unigranrio, PUC-SP, UFSC, Fatec-SP, UFABC, UFF, UFPI, ULBRA, entre outras.


Engenharia da Qualidade. Faculdade de Engenharia Mecânica



Desde o início dos tempos, a busca pela qualidade tem sido um necessidade do ser humano.Com o advento da Revolução Industrial e a produção em série, a qualidade passa a ser fundamental e também passa a ser inspecionada pelos supervisores de produção. Hoje, num mundo globalizado e cada vez mais competitivo, a busca pelo diferencial de qualidade pode ser determinante para o sucesso ou fracasso de uma empresa.

Quando vamos adquirir um produto, a primeira coisa que olhamos é a qualidade do mesmo, ou seja, qualidade é entregar ao cliente o melhor produto, a um melhor preço, dentro do prazo previsto. Portanto, qualidade é a base de qualquer empresa, sem ela a empresa sobreviverá por pouco tempo.

Por isto, a necessidade de fazermos tudo com qualidade, ou seja, fazer o bom da primeira vez, desde a fabricação, a venda até o pós-venda.

O que é a engenharia da qualidade?

A Engenharia da Qualidade é uma disciplina que busca nos ajudar a otimizar os resultados das empresas, utilizando ferramentas que irão permitir a análise quantitativa da qualidade e produtividade dos produtos ou serviços, ou seja, quando se falar em engenharia da qualidade, não deve-se pensar unicamente na palavra “qualidade”, mas também em custo, produtividade e otimização de processos, além é claro, da melhoria contínua.

Durante as aulas destas disciplina, serão apresentadas várias ferramentas que ajudarão o engenheiro a analisar e identificar os desvios e pontos a serem melhorados na qualidade dos produtos e serviços. Além é claro, da análise dos sistemas de qualidade, que buscam a certificação ISO.

Que ferramentas serão vistas?

Temos várias ferramentas, sendo que em função do seu objetivo, existe as mais complexas (controle estatístico de processo) até as mais simples, como diagrama de Pareto. A ideia é estabilizar o processo antes de fazer rejeições que possam chegar à próxima fase de fabricação (cliente interno) e sobretudo ao cliente final. Abaixo algumas ferramentas que utilizo muito no meu dia-a-dia, sobretudo com os operadores e técnicos de qualidade:

  • Diagrama de Pareto;
  • Diagrama de causa e efeito;
  • Cartas de controle;
  • Histograma;
  • Diagrama de dispersão;
  • Fluxograma de processo;
  • 5W2H;
  • Folha de Verificação.

Além disto, temos a busca constante da melhoria continua, onde o ciclo PDCA (plano, do, check, action), também conhecido como ciclo de DEMING é muito utilizado.

Temos também o seis sigma (defina, mensure, analise, melhore, controle), que foi implantado na GE com grande sucesso e o FMEA (análise dos modos de falha e seus efeitos).

Não deixando claro de lembrar do 5S, que visa além da organização e limpeza, o bem estar do colaborador.

Qual o papel do engenheiro de qualidade?

O engenheiro mecânico, que por ventura venha a exercer um papel de engenheiro de qualidade terá um trabalho totalmente transverso, pois irá trabalhar com os engenheiros de projetos para determinar as características chave dos produtos e a melhor forma de medi-los em tempo real na fábrica. Será algumas vezes, o contato com o cliente no que se refere à qualidade e que afeta o chão de fábrica, como ajustes, formas e funções. Ele é responsável pela proposta de implantação de ações corretivas e de contenção para corrigir os problemas apontados pelo cliente ainda no chão da fábrica, validando com o responsável pelo setor. Também poderá ser responsável pelo contato com os fornecedores, sempre que for detectado algum defeito no material fornecido. Neste caso específico, irá junto com o setor de compras e com os engenheiros de qualidade dos fornecedores buscar chegar à solução do problema no fornecedor, incluindo ações corretivas e de contenção.

O engenheiro de qualidade pode além disto, trabalhar na melhoria contínua, utilizando várias ferramentas citadas acima, assim como treinar os operadores em novos métodos e novos critérios de testes.

Importante frisar que a responsabilidade pela qualidade não é do engenheiro de qualidade, e sim de todos, por isto a importância de nós engenheiros conhecermos bem as ferramentas e os meios que nos ajudarão a busca do zero defeito.

Conclusão

Portanto pode-se observar que os conceitos que são passados nesta disciplina são fundamentais para o engenheiro mecânico, pois qualquer área que irá atuar vai necessitar de ter uma compreensão global da qualidade, seja industrial, seja comércio, seja serviços. Além disto, reforço que a qualidade é fundamental para a sobrevivência de qualquer empresa.

Renata de Fátima Vasconcellos, Engenharia Mecânica, Administração, UFRJ



 

Veja também:

CURSOS NAS ÁREAS:

  • Exatas
  • Humanas
  • Biológicas

© 2016-2017   |   faculdades.inf.br   |   Em Jesus Cristo nós confiamos